segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Bolo Simples(aromatizado)




Um noite fria, um chá quentinho e bolinho. Não é uma combinação perfeita? Só esse motivo já seria suficiente para me levar para a cozinha, mas tenho outro motivo. É que eu vou precisar de bolo para um novo experimento, e se tudo der certo você vai ver aqui nas próximas postagens, rsrs. Por enquanto vai anotando a receitinha, essa pelo menos dá certinho, rs. É garantido! :D

                                                                                           Mil bjux bjux

Receita dobrada para o bolo ficar grande, e você pode congelar que fica bom do mesmo jeito, ;)


Fase de ataque sem o tolerado
Demais fases, apto para consumo

Ingredientes

8 CS farelo de aveia
2 CS fibra de soja ou Pis(eu uso porque deixa a textura do bolo mais sequinha)
14 CS de leite em pó desnatado
3 CS de adoçante de forno e fogão
5 Ovos(para metade da massa use 3)
200 ml de leite líquido desnatado
1 polenghinho light(opcional/tolerado)
1 CS rasa de fermento em pó
1 CS de aroma de baunilha(uso opcional/ ou clight no sabor de sua preferência)

Bata os ovos(retire a película da gema), coloque o adoçante e bata até fazer volume. Acrescente, o leite e os outros ingredientes, e bata bem. Acrescente o fermento em pó e incorpore-o a massa sem bater. Leve ao forno previamente aquecido a 180° por 50 minutos ou até assar. Faça o teste do palito. 


                                                                                        ++ bjux

sábado, 28 de setembro de 2013

"Creme Chinês"



Desde que me entendo por gente, conheço esse doce como "Creme Chinês", mas há quem o chame de Creme Belga. Não importa qual a nacionalidade a ser prestigiada no nome do doce, importa saber que ele é simplesmente delicioso e mesmo tendo sido adaptado para dieta Dukan, ele pode atender a toda família, por isso, nessa "domingueira" familiar desse dia 29 de setembro eu fiz essa sobremesa para minha família e trago agora para vocês.

                                                  Mil bjux bjux

Para preparar essa gostosura, nós vamos precisar de uma receita do "meu" leite condensado fake*, aquela mesma receita que eu ensinei aqui. Como o doce seria para a família toda, eu aumentei a quantidade do lcf*, usando como medida uma vasilha de 250 ml, em vez da 1/2 xícara indicada na receita, e em vez do pó de pudim sabor baunilha(que eu adoro) usei sabor leite condensado que era o que eu tinha na dispensa. Ficou assim:

Consumir a partir do cruzeiro
Contém tolerados

Leite Condensado Fake  usado nesse doce:




250 ml de leite em pó desnatado
250 ml de água fervente
1 CS cheia de pó para pudim
1 CS bem cheia de adoçante de forno e fogão

Bata tudo usando o mixer, deixe bem homogêneo e leve para gelar(eu já tinha feito no dia anterior) por 1 ou 2 horas.





Agora vamos ao Creme Chinês:

Comece preparando a gelatina conforme instruções de embalagem e reserve(deixe fora da geladeira).
Eu faço com 400 ml de água no total, e coloco 1 colher de sobremesa de adoçante(quando misturar as claras em neve ela fica no ponto).

Ingredientes:

1 receita do leite condensado fake(250 ml)
A mesma medida de leite desnatado líquido(250 ml), eu coloquei um pouquinho mais para dissolver o amido)
1 CS bem cheia de amido de milho(tolerado)
2 cc(chá) de adoçante(adicione ao seu gosto e prove)
3 gemas peneiradas
1 caixa de gelatina sabor morango(fica a seu critério o sabor de sua escolha, mas o creme chinês geralmente é de morango)
3 claras

Numa panela misture o leite condensado, o amido de milho dissolvido em um pouco do leite, o leite líquido, as gemas peneiradas(experimente se está doce ao seu gosto e se for necessário acrescente 2 cc de adoçante. Leve ao fogo médio até engrossar. Despeje em um refratário grande ou distribua em taças individuais. Reserve.

Bata as claras em neve firme e acrescente delicadamente à mistura da gelatina já fria, feita no início. Despeje cuidadosamente sobre o creme reservado e leve à geladeira até que fique firme. Pronto! Você já tem uma bela sobremesa para oferecer a sua família e que você pode se servir junto.

                              Excelente domingo a todos(as)


                                                        +++++ bjux bjux
                                                              Penha Novais

Visite a fan page do blog:

 www.facebook.com/pages/Emagrecer-Eu-consegui/638941479449727 



sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Torta de Ricota



Eu posso estar sendo repetitiva, mas não me canso de dizer que amo a versatilidade de alguns alimentos. Não é a toa que amo a berinjela, a abobrinha, a carne moída... enfim. São tantas as possibilidades que temos com os alimentos, tantas opções de pratos doces e salgados, que, poxa vida!! Até me emociono! ;)

Já estive numa "fase berinjela", numa "fase repolho", rs, passei por tantas fases e  agora estou na fase "ricota", rs. Por ela estou em completo encantamento, e por ela eu trago para vocês a "TORTA DE RICOTA" ainda na versão doce(lembram da Torta de Limão ?  ).
Hoje quem vem dar o gostinho da fruta é a "maçã", essa delícia vermelha, carnuda e linda, que levou Eva a cometer o pecado original e que hoje é conhecida pelos seus benefícios a saúde, e é uma das principais frutas a integrar o grupo dos superalimentos.
"A maça diminui o colesterol. Uma maçã média possui aproximadamente quatro gramas de fibra. Uma parte disso está na forma de pectina, um tipo de fibra solúvel que tem sido associada a redução dos níveis do colesterol ruim. Isso acontece, pois, segundo o "WebMD", ela bloqueia a absorção de colesterol, ajudando o corpo a usá-lo em vez de armazená-lo."
Muito bom saber que a maçã é um anjo protetor da nossa saúde, mas se você faz dieta Dukan, é bom saber que, a fruta só é permitida a partir da fase 3, e se esse não for o seu caso, nada impede que você faça a torta e se abstenha do consumo da maçã. Vamos a receita:

Sem a fruta:
Fase ataque
Fase Cruzeiro
Com a fruta:
Fase consolidação/estabilização
10 porções

Ingredientes:

1 ricota magra(entre 280 e 350 g)
2 X de leite desnatado
2 ovos
1 CS de farelo de aveia
2 CS de Pis ou fibra de soja
1 cc de canela em pó(na massa pode ser opcional)
adoçante a gosto(usei 2 cc cheias)
nós moscada
1/2 maçã pequena

Modo de fazer:

Untar um pirex ao modo dukan. Fatiar a metade da maçã e distribuir no pirex. Pulverizar com canela e reservar.






Bater no liquidificador a ricota, leite, ovos, nós moscada, farelo, pis(ou fibra de soja), canela e o adoçante. Despeje sobre a maçã fatiada e levar para assar em forno pré aquecido(180°) até que doure.



Sua torta poderá ser servida em temperatura ambiente ou gelada. Eu prefiro ela gelada e você? 





Espero que aprecie!

                                                   Mil bjux bjux
                                                                  Penha Novais


PS: Receita adaptada

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Empadão (fake) de carne seca



Era para fazer fazer uma coisa, mas no meio do caminho eu mudei de ideia e fiz outra. 

É que eu acabei lembrando de uma receita que vi no @dietadukanreceitas, e que pretendia experimentar. Alterei só um bocadinho, porque acho que toda receita que se testa tem um pouco do toque pessoal de quem a executa. Como recheio, escolhi um carne seca bem magrinha que estava congelada, mas prontinha para ser usada. Passei a mão numa outra receitinha, dessa vez de uma dessas revistas de banca, para preparar o recheio. Foi só misturar "lé com cré" , rs, e deu nessa tortinha delícia aí da foto, e que aqui em casa foi batizada de "Torta-escondidinho de carne seca", porque disseram:
 __ De empadão não tem nada! rsrsrsrs
Bom, mas eu avisei __ É fake minha gente!!! ;) 
Pensa que sobrou???
Claro que não!

Para a massa:

150 ml de leite líquido desnatado
2 ovos
3 CS de requeijão zero ou light
1 CS bem cheia de amido de milho
1 polenghinho light(opcional)
1 colher de sobremesa de fermento em pó

Para o recheio:

1 xícara de carne seca desfiada(dessalgada no pré cozimento)
1/2 cebola picadinha
1/2 dente de alho picadinho
gotas de azeite(ou 1 cc de margarina light)
 sal e tempero a gosto(usei salsa desidratada)
3 CS(ou ao seu gosto) de requeijão light


Para o recheio, em fogo médio, aqueça uma panela antiaderente com gotas de azeite e refogue a cebola e o alho por alguns minutos. Adicione a carne, tempere a gosto, misture e deixe esfriar.



Massa:

Bata os ingredientes no liquidificador( a massa fica bem líquida). Despeje metade da massa numa travessa de vidro(untada a la dukan) de 22x22 cm, espalhe a carne moída, por cima da carne moída distribua colheradas de requeijão, e por cima o restante da massa.


 Se quiser, salpique queijo parmesão ralado. Leve ao forno previamente aquecido a 180º por 35 a 40 minutos a depender da potência do forno. Quando estiver bem dourado estará pronto.




Agora é só servir. Gostoso, rápido e fácil ... bem do jeito que a gente gosta! ;)

                                                            Mil bjux bjux
                                                                          Penha Novais






segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Docinhos de Cenoura




Há dias eu vinha planejando testar essa receita, e hoje, isso só foi possível graças a minha irmã Rossana(aquela que é a especialista na produção dos docinhos de festas da minha família e expert na modelagem das bolinhas, rs). Foi ela quem me deu as cenouras, o ingrediente básico desse docinho, porque euzinha aqui, fiquei com preguiça de ir ao mercado neste sábado, coisa que faço semanalmente. Outra coisa, é que, depois da polêmica do “brigadeiro de chuchu”(bom ou ruim afinal de contas? rs), eu fiquei com mais vontade de conseguir um docinho que agradasse ao meu paladar e que ainda por cima eu pudesse chamar de brigadeiro, rs. 
Mas heim?!

 “Se eu te falar que o docinho de cenoura é incrível, não acredite; mas corra para a cozinha, faça a sua receita e descubra se agrada ao seu paladar”

Eis a receita que até meu marido(ô homem de paladar díficil de agradar, rs)que odeia os farelos, rs, aprovou:

Docinhos de cenoura

Contém tolerados
Consumo a partir do Cruzeiro
Rendeu 39 bolotas( e não bolinhas, rs. Preguiça de enrolar dá nisso, rs)
O percentual de tolerados vai depender de quantas bolinhas render sua receita e qual quantidade você pretende consumir em cada porção.

Ingredientes( na íntegra):

1 cenoura pequena(100 g) ralada no ralo grosso (eu ganhei 3 pequenininhas 140 g e usei todas)
1 Xícara(chá) de água(usei a de 240 ml)
1 e meia Xícara(chá) de leite em pó desnatado
3 CS(sopa) de amido de milho
10 sachês ou colher dosadora do adoçante que você preferir usar(usei sachês de sucralose)



Bata no liquidificador a cenoura com a água. Coloque em uma panela, junte o leite em pó e o amido de milho. Leve ao fogo baixo mexendo até aparecer o fundo da panela( A massa fica como a de doce comum, grossa e soltando o fundo da panela. Eu cheguei a pensar que iria empelotar, rs)



Retire do fogo, junte o adoçante e misture bem. Coloque em um prato e deixe esfriar. 



Nessa hora decidi separar uma parte da massa para testar com o cacau em pó e obter meu brigadeiro. Separei um pouco da massa e coloquei uma colher de chá de cacau em pó. Eu deveria ter colocado mais um sachê de adoçante, pois meu cacau não tem açúcar, por isso meu marido achou que faltou "um docinho" a mais no brigadeiro(fiz minha defesa, rs). 

Com as mãos untadas ou ligeiramente molhadas, faça as bolinhas e passe no leite em pó, ou outra cobertura que desejar.

Essa é a parte que não gosto, acho que tenho TOC e preciso lavar as mãos mil vezes, rs.








Meu marido adorou o docinho de cenoura envolvido em nozes moída(fiz um pouco para ele). Eu adorei o docinho de cenoura envolvido no coco ralado sem carboidrato(depende da fase da dieta e do quanto você se sente segura para usar)Quanto a parte em que acrescentei o cacau(meu brigadeiro), já disse que a opinião masculina disse que faltou um sabor mais doce, e eu digo que tenho um cacau em pó de péssima qualidade e sabor. Vou comprar outro cacau em pó já que o meu amado Cacau em Pó Garoto saiu de linha. ;)

Minha mãe sempre dizia: " Gosto e nariz cada um tem um", certinha ela!!!



                                                                   Mil bjux bjux

                                                                                  Penha Novais

 Dica: Coloque em forminhas de papel com tapetinho plástico, assim dá até para congelar.
          Se fizer volte para me contar o que achou, ;)

Fonte: Adoçante Finn




sábado, 21 de setembro de 2013

Brigadeiro de chuchu



Eu sou super fã da Carol Guimarães, @saboridades.net . Desde que iniciei na vida dukaniana, há pouco mais de um ano, foi com a ajuda do site que elaborei meus melhores cardápios, e se você não conhece, vale a pena fazer uma visitinha. Recentemente, ela criou uma receita que está bombando nas redes sociais e que foi publicada no site da Revista Boa Forma, é o "brigadeiro de chuchu". A dica da Carol, é para que abandonemos o preconceito do chuchu no brigadeiro, e uma coisa que não tenho é "preconceito", posso até ser resistente a alguns conceitos, mas preconceituosa não sou!
Essa não foi a primeira tentativa em me adaptar ao sabor diferenciado do brigadeiro de chuchu, e confesso que na primeira vez ele só se salvou porque usei como recheio no bolo de cenoura dukan. Como havia usado um cacau em pó de marca duvidosa,  atribuí o fracasso do primeiro brigadeiro ao famigerado cacau, e decidi fazer nova tentativa com um cacau mais honesto. O doce ajuda o cérebro a liberar um pouco de endorfinas, mas não é nenhum manjar dos deuses, rs. :P
Porque eu vou colocar a receita aqui então? 
Simples... quem sabe eu não precise dela para fazer o brigadeiro de novo, ... lá pelo ano que vem, hihihihihi :)


"1) descasque um chuchu, use a polpa e corte em cubos.
2) coloque em uma panela, cubra com água filtrada e 1 col. (sobremesa) de essência de baunilha.
3) cozinhe bem até quase derreter.
4) drene a água
5) processe o chuchu com 1 gema, 4 col. (sopa cheias) de leite em pó desnatado, 1 col. (chá cheia) de amido de milho e 1 a 2 col. (sopa) de adoçante em pó (uso 1 de sucralose, fica ao seu critério.
6) bata bem, esta massa substituirá o leite condensado.
7) leve ao fogo baixo com 2 a 4 col. (sopa) de achocolatado em pó diet (ou cacau em pó), mexendo sempre, até obter o ponto de brigadeiro! 



PS: se você decidir experimentar o brigadeiro de chuchu, não esqueça que o doce,  é sim um "brigadeiro", mas de chuchu. Não espere dele além do que ele pode te oferecer realmente. 


                                                                                                    Mil bjux bjux
Fonte:



sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Pavezinho de Limão

 


Olá peoples!!! 

Mais uma delicinha para o nosso caderno de receitas virtual. Lembram da torta de limão?  Aqui em casa ficou um gostinho de quero mais, daí eu decidi repetir a dose, mas só que de uma maneira diferente. Me inspirei numa pergunta do meu marido quando ele experimentou a torta _ Mas não dá pra fazer uma massa mais podre não?. Morro de rir quando lembro disso, ;)
Aproveitando o forno quente do almoço de hoje(que aliás vou trazer para vocês numa outra oportunidade), fiz uma receita de biscoitinhos que vocês já conhecem e que batizei como samantilhas(acho que tem a receita aqui no blog, mas na fan page do facebook tenho certeza que tem) e de diferente, só acrescentei 1 cc de cacau em pó. Na dúvida, vou colocar a receita aqui também:

Fase Cruzeiro
4 porções
1,25 tolerado/porção



Samantilhas ou "crespinhos"
(não me preocupei com a estética, porque os biscoitos seriam esfarelados)

1 ovo
2 CS cheias de farelo de aveia
2 CS de amido de milho(tolerado)
2 CS de adoçante culinário(ou ao seu gosto)
2 CS de leite em pó desnatado
1 cc de cacau em pó

Bata o ovo(retire a película da gema), coloque os demais ingredientes e misture. A massa fica meio grudenta e até parece que vai ser impossível modelar, mas no final a gente consegue, rs. Você pode colocar no tabuleiro forrado com papel manteiga as colheradas, fazendo os biscoitos crespinhos mesmo. Depois, é só levar ao forno aquecido a 180° até assar. 

Quando estiverem assados e frios, esfarele os biscoitos e reserve.




Faça o creme de limão.

2 X de leite desnatado(xícara de 240 ml)
2 CS de amido de milho(tolerado)
1 CS de adoçante culinário
1 gema(peneirada)
1 CS de caldo de limão(eu uso como tempero, mas se quiser use essência)
raspas de limão(opcional)

Coloque todos os ingredientes numa panela, leve ao fogo médio e cozinhe, mexendo sempre, até obter um creme espesso. Tire do fogo e monte seu pavezinho, intercalando os biscoitos esfarelados e o creme. Você decide se quer a última camada com creme ou biscoitos. Sirva gelado.

Variação: Você também pode fazer o pavezinho usando o pudim de caixinha zero no sabor de sua preferência no lugar do creme de limão.;)





Gente!!! Isso ficou bom... tão boommmmmm!!!!! :)


                                                 Bjux bjux


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Bicho de Pé de colher




Oieeeeee!!!

Vocês conhecem o bicho de pé? Não estou falando daquele bichinho irritante não, rs, estou falando desse docinho cor de rosa, com sabor de morango que é famoso nas festinhas infantis. A formiga que habita em mim adooora e dessa vez ele será apresentado na versão mais cremosa, ideal para comer de colher. Bora fazer? 


Você já deve ter visto aqui no blog, a minha versão fake de leite condensado, e eu falo "minha" porque diferentemente das demais receitas que conheço, a minha receita leva 1 CS de pó para pudim zero, que neste caso foi usado no sabor morango.
Para fazer esse docinho, você vai precisar de uma receita de leite condensado fake* que eu ensinei aqui(mais fotos), mas vou transcrever novamente.



1/2 xícara de leite em pó desnatado
1/2 xícara de água fervente
1 CS de adoçante de forno e fogão
(ou mais, fica a seu critério)
1 CS de pó para pudim zero sabor morango para o bicho de pé

Bata tudo com o mixer ou liquidificador. Gelar por duas horas antes de usar.




Em uma panela misture bem, o leite condensado*, 250 ml de leite desnatado e uma colher de café(rasa) de margarina light ou cream cheese se preferir.
Deixe cozinhando até que engrosse. 

Obs: A margarina foi usada em equivalência com o polenghinho que é um tolerado.




Distribua em copinhos e leve a geladeira. Ah!! Eu ia fazer uma geleia de chia para comer com o docinho, mas a preguiça me pegou de cheio, sabe como é numa quinta PP né?! rs
Por isso, amassei um pouco de gelatina que tinha pronta na geladeira e coloquei por cima só pra fazer uma firula, rs ;)






Bônus para celular da receita do leite condensado fake:


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Panqueca com molho a bolonhesa



O que fazer numa quarta feira qualquer, véspera da tão famosa "quinta PP", em que propositadamente sua geladeira encontra-se "quase vazia", e carente de legumes e verduras apropriadas para um dia PL?

Resp: Você recorre ao seu freezer ou congelador,  localiza a sobra daquela carne moída que outrora havia sido preparada com tanto carinho, e que tão prontamente satisfez o seu desejo de comer carne moída com maxixe adooooroooo  e parte para preparar um jantar rápido, fácil e super saboroso... 

Panquecas com molho a bolonhesa

:) Agora sério. É mais uma dica do que propriamente uma receita. Eu fiz assim:


Primeiro preparei 5 lindas panquecas. 



3 ovos( tire a película da gema)
2 CS de farelo de aveia
1 CS de farelo de trigo
1 CS de fibra de soja(ou farelo de aveia)
2 CS de requeijão cremoso light
12 CS(+ ou -) de leite líquido desnatado
pitade sal

Misture tudo e faça as panquecas(rendeu 6 unidades)

Descongele a carne moída.




Depois de descongelar a carne e aquece-la no micro ondas, recheie as panquecas evitando o caldo da carne. Disponha em um pirex.



No que sobrou da carne moída acrescente uma ou duas colheres de molho de tomate zero. Espalhe esse molho sobre as panquecas, salpique um pouco de queijo parmesão ralado light e leve ao forno para gratinar.



Pronto!!! Está pronto aquele jantar rápido, fácil e super saboroso que eu te falei lá no início desse post, rs. ;)
Está servida(o)?




                                                              Mil bjux bjux




terça-feira, 17 de setembro de 2013

Escondidinho de abóbora com carne seca



"Escondidinho de abóbora com carne seca"

A principio, eu achei que, colocar uma receita como essa aqui no blog seria uma atitude "quase infantil", afinal, quem não sabe fazer um escondidinho? pensei!
Refletindo rapidamente, conclui que, se há um ano atrás alguém me perguntasse isso, eu responderia sem pestanejar _ Eu.
Sendo assim, decidi  resolvi deixar a receitinha para vocês, porque acredito que ainda existem pessoas como eu era, há um ano atrás, rsrs.

Para duas porções bem servidas, usei:

700 g de abóbora japonesa
150 a 200 g de carne seca pré cozida e desfiada( use uma carne de boa qualidade e magra, dessalgada. Retire o excesso de nervuras)
1/4 de cebola (pequena) bem picadinha
alho picadinho ou socado
pimentão amarelo e vermelho picadinhos
1/4 de tomate sem pele e sementes picadinhos
salsinha e cebolinha picadinhos(usei desidratado)
1 CS de molho de tomate zero
sal e pimenta a gosto
gotas de azeite ou 1 colher de café de margarina light
3 CS de requeijão zero ou light
1 C sobremesa de queijo parmesão light para gratinar(opcional)




Cozinhe a abóbora com casca, no vapor. Quando estiver macia, retire a casca e amasse a polpa com um garfo(eu uso a casca picadinha na salada, fica uma delícia), reserve.


Numa panela antiaderente, com algumas gotas de azeite, refogue rapidamente, a cebola, o alho, o tomate, os pimentões. Coloque o molho de tomate zero, e coloque a carne seca desfiada. Mexa e se for preciso corrija o sal e tempere com a pimenta(se quiser). Desligue o fogo e coloque o tempero verde. Espalhe a carne desfiada na travessa a ser usada. Reserve.


Volte a abóbora. 
Em outra panela antiaderente, coloque 1 colher de café de margarina (ou gotas de azeite), refogue um pouquinho de alho picado e coloque o purê de abóbora, tempere com sal e pimenta a gosto. Desligue o fogo e misture o requeijão. Espalhe o purê por cima da carne, polvilhe o queijo ralado light e leve ao forno pré aquecido por 15 minutos ou até gratinar.
Sirva!

Simples, mas delicioso!!!!



                                                                     Mil bjux bjux
                                                                                     Penha Novais

Visitem minha fan page no facebook, Emagrecer? Eu consegui.


segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Mamma mia, che bella focaccia!!!



   Sim senhora, é uma bela focaccia!! É a...

                   "Focaccia dukaniana da Penha".







  • "Focaccia





  • Focaccia é uma massa de origem italiana, achatada e macia, em geral coberta com sal grosso, azeite e alecrim. Na Itália, é consumida tanto no desjejum, como aperitivo ou antepasto. Wikipédia"

    Então... na Itália a focaccia é desse jeito, aqui na minha mesa, é de outro, é do meu jeito dukaniano de viver, rs.
    Essa brincadeira começou a partir da primeira receita de pão Dukan que fiz, desde o início da dieta em 14 de agosto de 2012. Agora ela está mais saborosa, mais aprimorada. Com a liberação da fibra de soja na dieta, as receitas com farelo de aveia que sempre ficavam meio úmidas, agora ficam mais sequinhas e muito mais apropriadas ao meu paladar. Mas nessa receita, a fibra de soja não brilha sozinha, aqui também tem um tempero muito especial que eu comprei no horto de Vitória, numa loja pra lá de bacana. Outra coisa super tudo nessa receita é o tomate desidratado, que eu compro sem o molho, e eu mesma hidrato aqui em casa. Eu quase pirei sem esse tomate, mas naquela loja "super bacana" do horto também tem(vou fazer um jabá super gratuito para eles e vou deixar o site deles no final da postagem, eles também tem loja virtual e lá vocês podem comprar além do tomate desidratado que eu amo, a PIS, a fibra de soja, o tempero especial e muitos outros temperos deliciosos).
    Mas vamos a receita, que na verdade é a mais básica das básicas. Você vai usar:

    Ingredientes:


    5 CS de farelo de aveia
    1 CS (cheia) de fibra de soja(ou PIS)
    3 CS de farelo de trigo
    15 CS de leite em pó desnatado(pode dar certo com menos, mas eu SÓ faço assim, acho que é meu Toc, rs)
    1/2 copo de iogurte desnatado(eu uso o Paulista devido a consistência mais firme)
    3 ovos(sempre tiro a película das gemas)
    1 CS de fermento químico em pó
    1 CS de temperos secos para pizza(eu tenho aquele tempero especial que já compro pronto, mas você pode fazer o seu usando algumas especiarias desidratadas como, alho, cebola, orégano, alecrim, tomate desidratado picado, ou o que gostar)
    Gotas de essência de queijo ou manteiga(opcional)
    Pitada de sal
    Tomate desidratado e alecrim para dar o sabor(ou a seu gosto)

    Modo de preparar a massa(acenda o forno para aquece-lo):

    Comece batendo os ovos, o iogurte. Acrescente os outros ingredientes secos e misture bem(eu uso a batedeira).




    Coloque os temperos desidratados e envolva-os à massa. Agora misture o fermento e misture com delicadeza.
    Decore ao seu gosto, eu usei tomate desidratado, alecrim seco, e um pouco de queijo ralado light. Também joguei um cadim de sal grosso para fazer uma graça, rs, já que originalmente ela é feita assim.
     Despeje na forma de silicone de sua preferência.

    Leve para assar em forno pré aquecido, a temperatura de 180° por 50 minutos ou até dourar.


    Pronto! Sua focaccia de massa sequinha estará pronta para ser servida.



    PS: Eu costumo comer nas refeições para dar um "reforço", mas você também pode servi-la com antepastos, como na foto lá de cima. Devido a falta de gorduras, a massa fica bem sequinha, por isso é sempre bom servi-la com algo para acompanhar. A família toda vai gostar. ;)

                                                                            Mil bjux bjux
                                                                                                    Penha Novais



    A loja do Horto de Vitória é a Empório Temperos, o site deles  é: